blogger + -
Joana Rocha; 19 anos; Porto; estudante de Medicina Dentária
links + -
facebook twitter instagram pinterest
arquivo + -
Follow + -

Clica aqui


11/10/2012 .

Anonymous veronica   Puxa que bom...vejo que prendes mudar o tema!
Sim, isso parece ser positivo.
Abraços de sua amiga Verônica.

20 de outubro de 2012 às 20:55



Blogger Joana Rocha   Tem de ser Verónica, "temos de deixar as roupas usadas que já têm a forma do nosso corpo"
Um beijo :)

20 de outubro de 2012 às 21:34


Enviar um comentário

 comentários (2) 19:29


O motivo de escrever neste blogue foste sempre tu, porque bem precisava de mostrar ao mundo o quanto aquele amor era perfeito, o quanto significava para mim, o quanto me fazia a rapariga mais feliz do mundo. Eu estava no chão quando me foste ajudar a levantar e dares-me um novo motivo para caminhar mas o problema é que nunca pensei que fosses tu (sim tu!) quem me ia voltar a colocar lá e o problema é que além de estar no chão estou também debaixo dele, tenho os melhores amigos do mundo, a melhor família no entanto estou sem vida, sim porque tu tens o meu coração e ainda não me devolves-te, ele continua contigo e não sei quando o vou recuperar e como é óbvio quando mo entregares vai estar mais destruído que um tsunami, as cicatrizes anteriores voltaram a ser feridas e agora há novas como vai ser depois para o arranjar? não me parece que haja remendos suficientes para isso.
Fizeste-me um mal tão grande e eu não merecia isto, não mesmo! Foste uma criança e provavelmente eu para ti nunca fui o que julgava ser, aliás diz-me (mas desta vez sem mentiras) o que fui eu para ti? ohh, esquece, tu nunca vais ler isto, e não vais porque já não te importas, há agora outro "motivo" que tem toda a prioridade na tua vida, e pensar em mim? Naaa, isso já não te assiste. Em UMA SEMANA eu e tudo aquilo que aconteceu puff! Foi ao ar! Agora para ti é só concentração em teres o que queres (como fizeste comigo lembras?) olha faz-lhe também uma flor e não te esqueças dos pins claro, principalmente um dizer "hug me always", vai gostar.
Queria lutar, tu sabes que queria, mas lutar sozinha cansa muito e sei que não ia adiantar de nada "conhecendo-te" como conheço. Ahh, o teu coração partido por me veres assim deve estar tão partido que até me mandas um monte de mensagens! Jesus, eu até fico tola!
Quanto a mim? bem vou ter de arranjar outra inspiração para escrever aqui no blog ou talvez nem escreva mais. Se houver mais alguma coisa sobre ti será porque houve mais um dia em que me fui abaixo mas espero que isso não aconteça, quando encontrar a luz no fundo do túnel digo aqui que finalmente recuperei a minha vida e tudo o que dela pertencia.
Quanto a tudo isto, a mentira que vivi em mais de um ano, vai ter de ser mesmo isso, uma mentira a qual tenho de esquecer e sim estou a fazer por isso. Vais passar a ser uma memória, das mais boas mas também das mais cruéis.

As maiores felicidades.

ao som de natiruts - sorri, sou rei